Geoff Johns, presidente e diretor criativo da DC Comics, anunciou via Syfy Wire que escreverá a minissérie Doomsday Clock com arte de Gary Frank (com quem trabalhou em Batman: Terra Um) e cores de Brad Anderson (X-Men: Gênese Mortal).
 
Doomsday Clock será o desfecho da trama que começou com Rebirth Special #1 e se estendeu pelos títulos de Batman e Flash no arco “The Button” mostrando a participação dos personagens de Watchmen no Universo DC. A história mostrará um confronto entre a esperança do Superman e a apatia do Dr. Manhattan, que removeu 10 anos da continuidade do universo DC pré-Ponto de Ignição e criou o universo dos Novos 52.
 
Johns afirmou que a história não será uma continuação da obra de Alan Moore e Dave Gibbons e que não haverão derivados ou crossovers adicionais para complementar o arco.
“Com Renascimento, abri a porta para o Doutor Manhattan. Uma parte disso foi porque eu amei a influência que Watchmen tem no mundo real. Sempre achei que havia uma história entre Manhattan e Superman para ser contada, e com o tempo isso foi crescendo e tomando meu coração e minha alma. Ainda assim, no centro disso tudo, há um ser que perdeu sua humanidade e se distanciou dela, e um alienígena que abraça sua humanidade mais do que muitos humanos.”, disse o roteirista, que completou: “(...) (o confronto) impactará todo o Universo DC. Afetará tudo no futuro e no passado e tocará na essência temática e literal da DC.
 
 
Doomsday Clock começará em novembro nos EUA. No Brasil, a minissérie será publicada pela Panini, sem previsão de lançamento no país.
 

Principais Lançamentos do Mês

Dezembro 2017
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Com a melhor qualidade de informação, o CineGamers reúne cinema, jogos, quadrinhos, séries e muito mais em um único lugar!