Início

Em sua temporada mais arriscada, Orange is The New Black acerta perfeitamente em colocar de lado a comédia e focar no drama geral.

Após 3 temporadas de muito sucesso, a série, que em seu começo era focada nas personagens Piper e Vause, com várias outras detentas como papel secundário, a nova temporada mostra o inverso. Após conseguir crescer com as personagens que eram de menor foco, a série acerta em cheio em abranger o drama para cada mulher que não tinha uma grande divulgação antes.

Como sempre, a série trata com grande foco o feminismo e o poder feminino, que as mulheres conseguem, sim, de fato, serem o que querem ser, seja para o bem ou para o mal, e que cada uma tem personalidade bastante diferente da outra, se juntando em grupos por suas raízes, normalmente pela etnia, ou seja, grupos que nos EUA, e em boa parte do mundo, são minorais, se juntam e em maior número que os outros (Latinas e Negras). Mas que mesmo em maior número, não tem o mesmo privilégio que as brancas. Orange is The New Black coloca isso de um modo tão simples, mas ao mesmo tempo tão eficiente, que é brilhante, de tal forma que em certo momento, enquanto um guarda (homem, branco, hétero) reclama da injustiça em sua vida, eis que uma prisioneira diz que se ele reclama de injustiça nessas circunstâncias, imagina se ele não fosse o que ele é.

Uma série que pode se renovar sem precisar ter um final precoce

Após essa temporada, fica claro que a série pode ter inúmeras temporadas, apenas trocando detentas e trazendo histórias diferentes entre elas. O foco, de verdade, não é e nunca vai ser em apenas um personagem. Orange is The New Black é muito mais do que isso. A série trata de tentar mudar a concepção da nossa sociedade de que as mulheres são um sexo inferior - o que não são -, tentando também demonstrar que pouco importa sua etnia, opção sexual, gostos e hobbies. Isso não faz um caráter, e nunca fez! Fico extremamente agradecido a cada temporada que passa e o tamanho sucesso que a série consegue ao decorrer do seu tempo.

Ao final, um gancho excelente para uma 5ª temporada, com um final bem triste, mas, de certo modo, bem esperançoso para o futuro da série. Palmas pela coragem a cada ano, palmas pelo o que fazem, Orange is The New Black é muito mais que uma série. É parte de um movimento.

Nota: 10,0

Principais Lançamentos do Mês

Dezembro 2017
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Com a melhor qualidade de informação, o CineGamers reúne cinema, jogos, quadrinhos, séries e muito mais em um único lugar!